JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Fiscais do Conselho Regional de Contabilidade de MG recebem capacitação sobre registro digital

13/06/2017
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail
Fiscais do Conselho Regional de Contabilidade de MG recebem capacitação sobre registro digital
Mourão explana sobre o registro digital para fiscais do CRC/MG no auditório do Conselho, em BH
Foto: Comunicação CRC/MG


Fiscais do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais – CRC/MG participaram na manhã de terça-feira (13/6) de uma capacitação sobre registro digital no auditório da entidade, em Belo Horizonte. A convite do Conselho, a Junta Comercial de MG abordou o tema com o gerente de Análise e Certificação de Atos Empresariais, Vinícius Mourão a fim de sanar dúvidas e reduzir pendências, especialmente sobre procurações, como explicou o diretor adjunto Operacional do CRC, Júlio Cesar da Silva. Segundo ele, os fiscais percorrem a capital e o interior e o objetivo é divulgar quais as maiores pendências existentes nos processos com o objetivo de repassar aos contadores.

Ao destacar com a principal mudança da Jucemg, Mourão comentou que o registro digital não é novo, existe desde 2012, entretanto tornou-se obrigatório em novembro de 2015, bem como destacou o “pioneirismo da autarquia mineira no qual demais juntas comerciais do País têm buscado processos semelhantes”. Prestação de serviço 100% digital, o registro pela web oferece segurança jurídica, confiabilidade, mais acessibilidade e à disposição de qualquer dia da semana e 24horas. “A implantação do registro digital possibilitou a integração com as Prefeituras, além de eliminar o deslocamento do cidadão-usuário até uma das 128 unidades da Jucemg no interior”, comentou Mourão.
Durante a palestra, o analista da Jucemg mostrou um passo a passo do registro digital, disponível também no site da Jucemg (https://www.jucemg.mg.gov.br/ibr/informacoes+passo-a-passo-servicos+passo-a-passo-registro-digital ) e comentou que o processo digital mudou apenas a forma de envio dos documentos.

“A sequência da documentação é a mesma da forma tradicional. A apresentação do ato no registro digital altera apenas a forma de assinar, que agora é feita por meio uma certificação digital”, observa Mourão.

Durante a exposição, o gerente explicou que o exame de processos tende a ser o mais uniforme possível, lembrou que as pendências geram retrabalho e chamou atenção sobre o uso do certificado digital. “O grande desafio do registro digital é as pessoas ainda não terem o certificado digital, o que gera a necessidade de usar as procurações e os usuários não saberem como utilizá-la e em quais situações e modelos”, esclarece.

Conforme explicou, as procurações são uma alternativa para os sócios que não têm certificado digital. Segundo ele, pode-se fazer apenas uma procuração para quantos outorgantes quiserem. “Não há problema fazer uma procuração apenas para vários sócios e não é obrigatório colocar prazo de validade”, esclarece. Com a regra, as procurações devem ser enquadradas e arquivadas anteriormente à solicitação do registro do ato empresarial para as empresas já inscritas na Jucemg. “Não é obrigatória, completa, a indicação de que se destina ao registro digital, basta conter poderes para a assinatura do ato”, explica.

Na oportunidade, o gerente destacou os canais de atendimento da Jucemg disponíveis para sanar dúvidas, os vídeos institucionais sobre registro digital e o esforço da autarquia em promover avanços e melhorias para simplificar e melhorar os procedimentos de registro mercantil no estado.
 

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato