JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Jucemg promove Arranjo Produtivo de Capacitação em Ribeirão das Neves

27/03/2012
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail
Jucemg promove Arranjo Produtivo de Capacitação em Ribeirão das Neves
Foto: Ascom/Jucemg

A Junta Comercial do Estado de Minas Gerais, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ribeirão das Neves e com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae MG, realizou na segunda-feira, 26 de março, o “I Encontro Empreendedor do Arranjo Produtivo de Capacitação”.

O evento, realizado no auditório do Centro de Convenções do Caic, em Ribeirão das Neves, contou com duas palestras para orientar os participantes sobre registro, formalização e gestão de negócios, bem como estimular o espírito empreendedor dos empresários e futuros empreendedores mineiros.

Atualmente, as micro e pequenas empresas correspondem a mais de 90% das empresas brasileiras e juntas, respondem por cerca de 20% do PIB Nacional. Estas MPEs detém o maior número da mão de obra empregada no país, e somadas ao Empreendedor Individual – pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário passando a conquistar direitos e oportunidades – contribuem para a geração de riqueza e trabalho, aumentando o desenvolvimento econômico e dando cada vez mais força a este segmento.

Na primeira palestra do dia, “Empreendedorismo, rumo ao próprio negócio”, Pollyanna Gontijo, analista do Sebrae MG, informou que de cada 100 brasileiros em idade adulta, 15,3% realizam alguma atividade empreendedora, destacando que para esta camada da sociedade, “muitas vezes a saída é empreender, trabalhar por conta própria, sempre em busca das oportunidades sem esquecer de testar a viabilidade dos negócios”. Segundo Pollyanna, o empreendedorismo é um tema forte, que deve ser trabalhado desde cedo, nas escolas e nas faculdades e um dos motivos se dá no crescente número de jovens, entre 18 e 34 anos no comando de grandes cargos – chegando a 52,5% nas empresas.

Os principais problemas que levam a mortandade dos negócios nos primeiros anos de existência também foram levantados: problemas financeiros, maus pagadores, carga tributária elevada, dinâmica de competitividade, ponto comercial inadequado, falta de capital de giro, de clientes, de crédito bancário, e de planejamento. Mas ainda segundo a analista, “não há segredo nem fórmula milagrosa para se empreender. É preciso perceber que ação e visão juntas podem mudar a realidade e que os custos são sempre maiores para aqueles que estão na informalidade”.

Outro tema de grande relevância para os empresários e empreendedores também foi apresentado no evento. Vinícius Mourão, gerente de Análise e Certificação de Atos Empresariais da Jucemg ministrou a palestra “Eireli – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada”, apresentando para o público presente as características desta nova modalidade jurídica que entrou em vigor em janeiro deste ano.

Eireli é a empresa constituída por uma única pessoa, titular da totalidade do capital social e permite que seu titular tenha as mesmas proteções da sociedade limitada, onde a empresa responde por dívidas apenas com seu patrimônio e não com os bens pessoais do seu responsável. A pessoa que constituir uma Eireli somente poderá figurar em uma única empresa desta modalidade e o capital social, devidamente integralizado não poderá ser inferior a 100 vezes o maior salário mínimo vigente no país. Para o gerente, “empreender é o sonho de muitas pessoas, e a Eireli pode ser a solução para aqueles que pretendem criar o seu próprio negócio sem depender dos chamados sócios de fachada”.

Vinícius apresentou o passo a passo para o registro dos atos da Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – constituição, alteração, extinção e transformação – que devem ser feitos em uma das unidades da Jucemg via Módulo Integrador, ressaltando também, a importância dos Arranjos Produtivos de Capacitação que “servem para criar proximidade entre a Junta Comercial e seu público alvo – usuários, empresários e empreendedores, facilitando a vida dos mineiros e a formalização de empresas”.

João Bosco de Oliveira Perdigão, professor e diretor geral do Instituto Federal de Minas Gerais no campus de Ribeirão das Neves, prestigiou o evento, representando a Agência Bússola – projeto de extensão do curso de Tecnologia em Processos Gerenciais do IFMG que tem como objetivo a prestação de serviços em orientação empresarial, enfatizando que “a parceria entre a Jucemg, o Sebrae MG e os municípios apresentam as ferramentas necessárias e o estímulo inicial para aqueles que pretendem se formalizar”.

Para Fabiano Diniz, vereador de Ribeirão das Neves, eventos como este, são importantes, pois “contribuem para a formalidade do mercado local, tendo em vista o grande crescimento do comércio no município, prestando informações necessárias para o registro dos empreendedores e a gestão de seus negócios, dando condições para o desenvolvimento dos estabelecimentos”.

A Junta Comercial do Estado de Minas Gerais através dos Arranjos Produtivos de Capacitação está cada vez mais próxima dos cidadãos mineiros. Com diversas atividades de capacitação na capital e no interior do Estado, compostas de uma série de palestras e cartilhas, oferece subsídios necessários e esclarece as dúvidas daqueles que pretendem abrir ou melhorar a gestão de sua empresa, contribuindo assim, para o desenvolvimento econômico e social do Estado.

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato