JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Uberlândia sedia Feira Regional de Economia Popular Solidária do Triângulo

26/04/2016
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail

“Uma das prioridades da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, neste momento de turbulência econômica no país e até risco de perda de empregos no mercado formal de trabalho, é o incentivo à Economia Popular Solidária. É uma forma de produção coletiva, solidária e fraterna entre pessoas que associam a produção e também valores de união e de partilha”, ressalta o secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, André Quintão.

A feira terá 30 barracas para comercialização dos produtos de EPS, uma tenda para alimentação e um espaço institucional da Sedese. A estrutura das feiras conta ainda com palco, sonorização de ambiente, iluminação, segurança particular, banheiros químicos e limpeza diária.

Na feira de Uberlândia participam 32 empreendimentos das microrregiões de Santa Vitória, Uberaba, Ituiutaba, Monte Carmelo e Araxá. As palestras abordarão as temáticas de EPS com ênfase no trabalhador e estão sendo organizadas pelo Centro de Incubação de Empreendimentos Solidários da Universidade Federal de Uberlândia (Cieps-UFU)

“O movimento de economia solidária é muito organizado e articulado e, há muito tempo, reivindica do Governo do Estado mais apoio para os empreendimentos para que possam potencializar suas vendas. Agora o Estado está apoiando essas feiras, apoiará as feiras permanentes com entrega de barracas e ainda prestará assessoramento aos empreendimentos. Isto faz parte de uma política que o governo está implantando de apoio a essa modalidade de geração de renda”, informa o subsecretário de Trabalho e Emprego, Antônio Lambertucci.

“A realização desta feira é uma luta antiga, além de ser um canal de venda para os empreendedores é uma forma de difundir a economia popular solidária”, avalia a coordenadora do Fórum Regional de EPS do Triângulo, Adriana Maria da Silva.

Ao todo, serão realizadas 10 feiras regionais e uma estadual (veja quadro). Elas são organizadas pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), em parceria com o Fórum Mineiro da Economia Popular Solidária, Conselho Estadual de Economia Popular Solidária e Prefeituras Municipais.

O Governo de Minas Gerais, por meio da Sedese, está investindo R$ 307.229 mil, na organização, estruturação e montagem das feiras. A iniciativa está prevista no Plano Estadual de EPS e no Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e integra o Programa de Consolidação da Política de Economia Solidária da Sedese.

O principal objetivo é divulgar, fortalecer e incentivar a comercialização dos produtos e serviços oferecidos pelos programas e projetos da política da Economia Popular Solidária do Estado, buscando a promoção do consumo consciente e sustentável. Além de promover a comercialização direta dos produtos, a feira é espaço de promoção de negócios, fomento, formação e informação, visando à sustentabilidade dos empreendimentos.

“É importante também dizer que além das feiras da economia solidária, realizadas em praticamente todas as regiões do estado, a secretaria tem a preocupação de criar pontos fixos de comercialização, que também é a garantia de uma renda continuada para essas famílias”, finaliza André Quintão.

Feira Regional de Economia Popular Solidária do Triângulo

Data: 30 de abril e 1º de maio

Horário: 9 às 21 horas

Local: Praça Tubal Vilela

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato