JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Solenidade apresenta a unidade Jucemg |Minas Fácil em Ouro Preto

25/05/2012
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail
Solenidade apresenta a unidade Jucemg |Minas Fácil em Ouro Preto
APC em Ouro Preto
Foto: Ascom/Jucemg


Na cidade histórica de Ouro Preto, região central de Minas, a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais promoveu, na última quarta-feira, 23 de maio, mais um Arranjo Produtivo de Capacitação - APC, realizado no salão da Prefeitura, onde esteve a presidente da Jucemg, Angela Pace, que fez questão de ir ao município, - que já fora sede da Junta, quando a cidade era capital do Estado -, para destacar a expansão das unidades Minas Fácil que avançam pelo interior. “O norte, noroeste e o vale do Jequitinhonha não tinham unidades e expandimos para Minas Gerais. De 31 pulamos para 91 unidades, ou seja, crescemos 300%”, concluiu, ao assinalar que o trabalho da Junta é “suprapartidário” e visa, além do registro mercantil, promover “o empreendedorismo” e ajudar para que o “país seja mais justo, dinâmico e igual para todas as pessoas”. Os APCs acontecem de forma contínua em todo o Estado pela Jucemg, por meio de sua Escola Permanente, e visam dar informações sobre registro, formalização e gestão de empresas.


Ao falar para o público que compareceu em peso ao evento, a presidente externou a admiração e o respeito para com o município e relembrou a amizade que tem com o prefeito de Ouro Preto, Ângelo Osvaldo, que foram juntos secretários de Estado à época do ex-governador Itamar Franco. “A Junta tem tudo a ver com a cidade”, considerou.


Para apresentar os serviços da Jucemg | Minas Fácil, instalado em fevereiro deste ano na cidade, a Analista de Gestão e Registro Empresarial Mariana Flores ministrou a palestra “Registro Empresarial: Conhecendo o serviço Minas Fácil” para contadores, usuários, empresários, empreendedores e contabilistas que tiveram a oportunidade de sanar dúvidas sobre o atendimento da unidade.


O serviço Minas Fácil foi criado em 2004, pela Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, por meio do Projeto Estruturador Descomplicar, a fim de desburocratizar a abertura de empresas, facilitando a vida dos empreendedores mineiros, bem como contribuir para a redução de custos e garantir mais agilidade para os usuários, que agora podem dar entrada única de toda a documentação em uma mesma unidade da Junta Comercial.


Mariana ainda explanou que a finalidade da Jucemg é fomentar, facilitar e simplificar o registro de abertura de empresas pelo Minas Fácil. Ela ressaltou a importância dos empreendimentos para a geração de trabalho e riqueza e que a Junta entende isso e precisa facilitar a vida dos empreendedores, simplificando os procedimentos para a abertura de novos negócios.


Para os presentes, Mariana ainda explicou sobre os serviços prestados pela Junta, entre arquivamento de atos empresarias, autenticação, emissão de certidões e matrícula de leiloeiros que, segundo Flores, hoje são 78 leiloeiros oficiais matriculados pela Junta. Mariana falou da missão da autarquia em ser a primeira Junta Comercial do Brasil em registro de empresas e que hoje abre em até nove dias um empreendimento no interior do estado e três na capital. Para Mariana, isso se deve ao serviço simplificado de abertura de empresas do Minas Fácil, que “descomplica, simplifica processos e cria um ambiente favorável para abrir novos empreendimentos”, considera.


A abertura de empresas envolve quatro etapas, sendo três via internet e uma apenas presencial. São elas: Consulta de Viabilidade, – Cadastro Sincronizado da Receita Federal, Módulo Integrador e, por último, o registro da documentação. Mariana destacou a Consulta de Viabilidade que evita a duplicidade de nomes empresariais e Módulo Integrador, que garante a integração de dados para a geração dos documentos.


Para os contadores, Mariana também ressaltou os benefícios da unidade, como a eliminação deslocamentos a órgãos, maior controle sobre o andamento de processos, melhor serviço prestado ao cliente, assim como maior acessibilidade aos serviços da Junta. Mariana aproveitou ainda a palestra para mostrar a pesquisa que apontou a satisfação de 82% dos usuários dos serviços oferecidos pela Junta Comercial.


Sobre o a importância da Junta, o secretário Municipal de Planejamento, Gestão e de Fazenda, Huamam Xavier Pinto Coelho, destacou que a autarquia promove a interiorização de seus serviços em Minas Gerais e a integração do sistema de registro e que a prefeitura trabalha nessa linha, “a fim que a atividade empresarial possa florescer na cidade”. Ao todo, 3.015 empresas estão registradas na cidade. Para o secretário, a Junta é o aposto do serviço público: “trabalha com rapidez e profissionalismo”. Até o momento, 13 empresas foram constituídas na unidade Minas Fácil.


Anfitrião da tarde, o prefeito Ângelo Osvaldo comentou que a Jucemg é uma instituição “centenária que chega ao século XXI para o desenvolvimento do progresso em Minas, e que a gestão da presidente Angela proporcionará uma parceria muita positiva para Minas”, acredita.


O prefeito assinalou que o empresariado cresce em Ouro Preto pelas facilidades geradas e prestigia essa parceria com a Junta. Para ele, a cidade é uma das maiores da região central de Minas e que novas empresas podem surgir e explorar o serviço oferecido pela unidade Minas Fácil. “Estamos muito agradecidos e reconhecidos que o progresso passa por Ouro Preto e que estamos na vanguarda de Minas Gerais”, orgulha-se.

 

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato