JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Empresas de tecnologia, logística e radiodifusão anunciam novos investimentos em Minas

16/03/2012
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail
Empresas de tecnologia, logística e radiodifusão   anunciam novos investimentos em Minas
o diretor jurídico do Grupo Martins, Pauliran Gomes e Silva; o presidente do grupo, Alair Martins do Nascimento e o vice-presidente do INDI, João Vitor Garcia
Foto: Laura Maia/SEDE

O Governo de Minas Gerais, através do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), assinou, na manhã desta quinta-feira (15), protocolo de intenções com o presidente do Sistema Integrado Martins (mais conhecido como Grupo Martins) – Martins Comércio e Serviços de Distribuição S.A -, Alair Martins do Nascimento.
Com investimento de R$ 1,8 milhão, o Grupo Martins, com sede em Uberlândia, mas com atuação no segmento atacadista em todo o Brasil, decidiu oferecer mais um serviço aos fornecedores. O novo empreendimento diversifica as operações e cria a armazenagem terceirizada.

Para a nova opção de serviço está sendo criada a SIM Armazéns Gerais Ltda, com a meta de reduzir os custos na cadeia de distribuição e maximizar as vendas. A nova empresa irá prestar serviços de armazéns gerais, com foco, principalmente, em indústrias estabelecidas em outras unidades federativas que mantêm operações comerciais com empresas atacadistas distribuidoras sediadas no Estado de Minas Gerais. O Grupo Martins atende a cerca de 700 fornecedores, incluindo grandes indústrias.
O grupo empresarial, com experiência de 59 anos no segmento atacadista/distribuidor, tem mais de quatro mil representantes comerciais que atendem cerca de 300 mil clientes em todo o Brasil. Com a SIM Armazéns serão criados 60 empregos diretos e 75 indiretos.
A SIM Armazéns Gerais Ltda pertencente ao Sistema Integrado Martins que tem ainda as empresas Martins Comércio e Serviços de Distribuição S.A; Banco Triângulo S.A; Martins Integração Logística Ltda; Instituto Alair Martins; Tribanco Corretora de Seguros S.A, Tricard Administradora de Cartões Ltda., E-Facil (site de compras), dentre outras empresas.
Tecnologia – Já a Eriez Minerals Group Flotação Brasil Ltda, empresa americana de tecnologia, acaba de assinar protocolo de intenções com o Governo de Minas para ampliar sua unidade de negócios em Belo Horizonte. Com investimento de R$ 110 milhões, a Eriez quer ampliar seu atendimento ao setor de mineração. Serão gerados 12 empregos diretos e 120 indiretos.

O escritório mineiro, que representa o Grupo Eriez na América Latina, é destinado à produção e comercialização de colunas de flotação, células mecânicas, equipamentos para laboratório, borbulhadores e feed air jet. A Eriez é uma empresa de tecnologia da cadeia do aço que fabrica equipamentos para o setor de mineração. O carro-chefe da empresa no Brasil é a fabricação, por encomenda, de células ou colunas de flotação e equipamentos com tecnologia para separação de minérios.
Até o final de 2011 a empresa já havia fornecido 220 colunas de flotação no Brasil. Os maiores clientes da Eriez no Brasil são Vale, Samarco e CBMM.
Por se tratar de uma empresa detentora de tecnologia, a Eriez não possui parque fabril, atuando por meio da contratação de fabricantes mineiros e utilizando os canteiros de obra para montagem de seus equipamentos. A empresa opera 100% sob o sistema de encomenda.

Radiodifusão - Também assinou protocolo de intenções com o Governo de Minas a Auad Correa Equipamentos Eletrônicos Ltda. – Teletronix. A empresa, que pretende crescer 10% ao ano, desenvolve e produz em Santa Rita do Sapucaí equipamentos eletrônicos em radiodifusão para emissoras de rádio, como aparelhos transmissores e receptores, osciloscópios, aparelhos de recepção, conversão e transmissão ou regeneração de voz, imagens ou outros dados. É a única fabricante de transmissor AM em Minas Gerais.

A Teletronix, que já construiu uma nova sede com recursos próprios, investirá mais R$ 350 mil na expansão da sua unidade industrial e modernização da tecnologia em aparelhos de transmissão. Serão gerados 11 empregos diretos e 15 empregos indiretos. A previsão é atingir a capacidade de produção de 327 aparelhos transmissores, 214 aparelhos receptores, 91 analisadores de modulação, 200 processadores de áudio, 29 áudio consoles, 501 chaves híbridas eletrônicas por ano a partir do final de 2014.

O diretor da Teletronix, Rogério de Souza Correa, informou que a empresa está se preparando também para as mudanças que o setor deverá sofrer com a implantação da rádio digital no Brasil. “Estamos modernizando nossas instalações para ampliar a produção, mas acompanhando e aguardando as orientações do governo brasileiro, que ainda este ano deverá decidir qual o padrão – europeu ou americano – será adotado no país, a exemplo do que aconteceu com o sinal digital para a televisão”, informou.

Rogério de Souza Correa acrescentou ainda que o setor defende o desenvolvimento de um padrão de rádio brasileiro criado pelo próprio país com a cooperação entre universidades, empresas, pesquisadores e os centros de excelência.
 

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato