JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Minas ocupa o 2º lugar em novas empresas no Brasil

08/09/2009
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail


A crise internacional não atrapalha a abertura de empresas em Minas. Os dados foram divulgados pela Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg).

Nos primeiros oito meses (janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho e agosto) de 2009, foram abertas 38.240 empresas e 11.809 extintas.Em agosto, 6.603 empresas foram constituídas e 1.614 fechadas.

No mesmo período de 2008, a abertura e o fechamento de empresas mantiveram praticamente estáveis: 34.746 e 12.770, respectivamente.

No ranking nacional de 2008, Minas está em segundo lugar na abertura de novos negócios: 53.022 empresas. O primeiro lugar ficou com São Paulo,  185.055 novas empresas; o terceiro com o Rio Grande do Sul, 49.932; o quarto com o Paraná, 46.049; e o quinto lugar com o Estado do Rio de Janeiro, com 33.331 empresas.

Desemprego

O presidente da Jucemg, Ayres Mascarenhas, explica que, com o aumento do desemprego, por causa da crise econômica, os cidadãos procuram a Junta Comercial para abrir seu próprio negócio, utilizando o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O projeto Descomplicar, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), facilita a abertura de empresas pela internet, através dos sites da Jucemg e do Programa Minas Fácil, com o prazo máximo de oito dias.

O cadastro sincronizado integra os sistemas da Jucemg, Receita Federal, Secretaria de Estado de Fazenda, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e de 27 prefeituras conveniadas com o Minas Fácil – Belo Horizonte e mais 26 do interior do Estado.

Nessas cidades, o prazo médio de abertura é de três dias, se for empresa individual. Em 2009, as áreas da economia mineira mais beneficiadas com abertura de empresas foram os setores de alimentação e de serviços.

Além de BH, as outras cidades com unidades do Minas Fácil são Araguari, Araxá, Betim, Divinópolis, Ipatinga, Itabira, Itajubá, Ituiutaba, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Lavras, Montes Claros, Muriaé, Nova Serrana, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Sete Lagoas, São Sebastião do Paraíso, Três Corações, Ubá, Uberaba, Uberlândia e Viçosa.

Vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, a Jucemg registral 725 mil empresas ativas. O total de empresas, com registro na autarquia estadual, é de 1.832.117, com 306.663 extintas, 793.343 inativas por diversos motivos e 2.218 falidas. Empresas inativas são aquelas que comunicaram à Jucemg que não estão em funcionamento, com paralisação temporária de atividades.

Extinções

A lei complementar 128, de 19 de dezembro de 2008, permitiu à Junta Comercial novos procedimentos para evitar extinções desnecessárias, como na transformação de empresário individual em sociedade empresária (ex-Sociedade Ltda.). O processo vale também para a mudança de sociedade empresária para empresa individual.

Antes, o empresariado tinha que fechar a empresa e abrir outra, atrapalhando os contratos já firmados. Com os novos procedimentos, são mantidos o CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e a inscrição da Secretaria de Estado de Fazenda.

 

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato