JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Balanço positivo nas ações da Jucemg em 2012

12/12/2012
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail

A presidente da Junta Comercial de Minas Gerais, Angela Pace, participou de uma entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 10/12, no auditório do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG, onde destacou à imprensa mineira as principais ações da autarquia em 2012. Promovida pela Secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Dorothea Werneck, sobre um balanço dos principais resultados das ações do Sistema Operacional de Desenvolvimento Econômico, a presidente ressaltou que hoje em Minas uma empresa no país é aberta de forma “eficiente, ágil e proativa, desmistificando” a lentidão do atraso de mais de cem dias para abertura de empresa, conforme o relatório Doing Bussines, do Banco Mundial. “Estamos superando para nove dias para abrir uma empresa em Minas Gerais e, em Belo Horizonte, para três dias”, afirmou.

Angela falou das facilidades que o empreendedor mineiro tem encontrado para formalizar um novo negócio, que é feito num mesmo local, integrando aos órgãos envolvidos e pela internet, através do serviço Minas Fácil da Jucemg. Desde 2011, a Junta expandiu sua presença para mais de 60 cidades do interior mineiro, avançando para o norte e Vale do Jequitinhonha, que hoje contam com 18 unidades. “Minas Gerais era profundamente injusta e não estávamos no Norte”, ilustra casos de empresários que tinham que viajar mais de 17horas para chegar a um lugar onde queria formalizar uma empresa. “Hoje, estamos em 91 municípios”, comemora. O Minas Fácil é uma idealização do projeto Estruturador Descomplicar, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – Seplag, que cria ambientes favoráveis para abertura de empresas, sem burocracia e de forma integrada aos órgãos envolvidos.

Para estar presente nessas cidades e orientar os empreendedores locais sobre registro e gestão empresarial, Angela comentou sobre a implantação dos Arranjos Produtivos de Capacitação, em parceria com o Sebrae-MG. “Tivemos que ser criativos e implementamos a Escola Permanente da Jucemg”, que promove os APCs voltados à comunidade acadêmica e empresarial, além de 41 cursos de educação a distância ligados ao tema empresarial. Os Arranjos Produtivos visam, além de fomentar o empreendedorismo mineiro, aproximar dos usuários e socializar os trabalhos da autarquia mineira. Somente este ano, aproximadamente 2.700 pessoas foram orientadas com os APCs, percorrendo 55 cidades, em 79 eventos.

Ao destacar os avanços e inovações que colocam a Jucemg como referência nacional no processo de abertura de empresas, Angela Pace comentou que “Minas é reconhecida nacionalmente por ter a melhor Junta Comercial do Brasil”, oportunidade que transfere, por meio do projeto Integrar, sua tecnologia e know How para agilizar a abertura de novos empreendimentos no Brasil. “A Jucemg é uma grande referência para oito estados e mais o Distrito Federal, onde já implantamos o sistema de Consulta de Viabilidade”, criado pela Jucemg, que avalia se a localização do negócio é permitida pela legislação e se há outro empreendimento com nome empresarial idêntico ou semelhante.

Os presidentes do BDMG, Cemig, Gasmig e Codemig, instituições que compõem o Sistema de Desenvolvimento Econômico, também apresentaram seus destaques na entrevista coletiva.
 

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato