JUCEMG - Notícias
Governo de Minas
 

Mineradora australiana anuncia investimentos R$ 600 milhões na expansão de mina em Belo Horizonte

02/05/2014
Compartilhe: Compartilhe no Facebook Twitter imprimir pagina Enviar por e-mail
Mineradora australiana anuncia investimentos R$ 600 milhões na expansão de mina em Belo Horizonte
Secretario Rogério Nery( ao fundo) assina protocolo de intenções com os investidores
Foto: Sede/Ascom

A South American Ferro Metals (SAFM), de origem australiana, assinou nesta quarta-feira (30/04) protocolo de intenções com o Governo de Minas Gerais, por meio do Instituto de Desenvolvimento Integrado (INDI) para investir R$ 600 milhões na expansão da Mina Ponto Verde, localizada em Itabirito, região Central do Estado. O empreendimento deverá gerar 500 empregos diretos.

A empresa é a única produtora de minério de ferro no ramo de mineração no Brasil, listada na Bolsa de Valores da Austrália. Durante a assinatura do protocolo, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Rogério Nery reiterou o compromisso do Estado em facilitar a atração de investimentos. “Estou muito feliz em dar continuidade ao bom trabalho que já vinha sendo executado no Estado. A SEDE tem a missão de facilitar a atração de investimentos e é uma grande satisfação receber uma empresa disposta a gerar tantos empregos e investir um valor tão relevante em Minas”.

O projeto prevê que a produção total de minério de ferro passe dos atuais 1,5 milhão de toneladas ROM/ano para 8 milhões de toneladas ROM/ano, a partir do final de 2016. Atualmente a mina produz Sinter Feed, Hematitinha e Concentrado, que são vendidos nos mercados locais para grandes mineradoras e produtores de ferro-gusa.

Segundo o diretor administrativo e Comercial da empresas, Eduardo Freitas, a mina Ponto Verde foi adquirida em 2008 pela SAFM. Nos dois anos seguintes, a empresa se dedicou à reestruturação das operações. Em 2011, foram realizadas reformas na planta da mina, de modo a permitir a produção licenciada de 1,5 milhão de toneladas/ano, que incluem duas plantas de concentração magnética e aproveitamento de rejeitos, que têm uma capacidade para produção de 80 mil toneladas/mês. No ano seguinte, foi anunciado o estudo de viabilidade definitivo para expandir a Mina Ponto Verde para a capacidade de 8 milhões de toneladas Rom/ano. Presente à assinatura do protocolo, um dos sócios da empresa e Diretor Executivo, Alan Doyle, declarou “Estou muito feliz com o confiança depositada em nós durante todo esse processo e com certeza iremos investir em novos projetos no Estado, proporcionando novos empregos e geração de renda”.

De acordo com o diretor, Eduardo Freitas, o objetivo da empresa é que boa parte da produção resultante da expansão seja destinada à exportação, por meio do porto de Sepetiba (RJ). “Atualmente estamos com os processos de licenciamento ambiental em andamento, para que o projeto de expansão possa ser iniciado no segundo semestre deste ano após a liberação da licença”, afirmou.

Segundo ele, a receptividade do Governo de Minas, por meio do INDI deste o início do projeto foi fundamental para a tomada de decisão do investimento. “A receptividade do INDI desde o início do projeto foi enorme e o processo extremamente ágil”.

27/06/2019 - PROTOCOLO ÚNICO

 
JUCEMG
Rua Sergipe, 64 - Boa Viagem - Belo Horizonte, MG - CEP 30130-170
Telefone: (31) 3219-7900 - (Atendimento) Outros: Telefones de Contato